Água negra

O projeto erdas envolve cientistas de Argentina, Brasil, Chile e México que receberam o apoio de colegas americanos e europeus em troca da cooperação no estudo da matéria escura, os neutrinos e outras partículas subatômicas, explicou nesta terça-feira o coordenador da iniciativa, o físico franco-argentino Xavier Bertou.

Também “há grande interesse” em usar o laboratório para estudos de impacto dos raios cósmicos sobre o envelhecimento celular, de geofísica – para criar uma rede de sismógrafos entre a Argentina e o Chile – e de meio ambiente, com base em medições de baixíssima radioatividade, explicou o cientista nas informação geográficas.

A construção do laboratório custará US$ 15 milhões (cerca de 27 milhões de reais), o equivalente a 2%” do custo do túnel rodoviário Água Negra, que unirá a cidade de Iglesia, na província argentina San Juan, à chilena de Vicuña.

O diretor do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Richard Torsiano, garantiu o empenho do exército brasileiro no trabalho de georreferenciamento de propriedades rurais do país. A afirmação veio após a matéria rapideye exibida no Jornal da Pecuária, telejornal do Canal Rural, na quinta, dia 22.

A reportagem mostrou que existem cerca de seis mil processos de georreferenciamento parados no Incra, que alega falta de pessoal qualificado para analisar os processos.

by Mundo Geo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s