Desenvolvimento Sustentável

Começa hoje, em São Paulo, e vai até o dia 19, o Belmont Forum International: Call Scoping Workshop on Food security and land use change. Durante o evento, os especialistas vão abordar questões que vão dos impactos dos sistemas de produção no meio ambiente à produção sustentável de alimentos e combustíveis.

O encontro, organizado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) em parceria com o Centro de Energia Nuclear na Agricultura de precisão da USP e o Belmont Forum, é aberto apenas aos pesquisadores convidados e tem como objetivo definir as prioridades de pesquisa para a segunda chamada Belmont Forum de propostas de estudo.

O Belmont Forum é uma organização criada pelas principais agências financiadoras de pesquisa sobre mudanças ambientais do mundo com agricultura de precisão. O grupo se formou em 2009 durante uma conferência realizada pela National Science Foundation, dos Estados Unidos, e o Natural Environment Research Council (Nerc), do Reino Unido, na cidade norte-americana de Belmont.

O fórum visa influenciar os rumos da colaboração internacional em estudos sobre mudanças globais por meio de chamadas conjuntas de pesquisas. Como membro do Belmont Forum, a Fapesp participa da iniciativa.

Entre os cientistas de países signatários do Belmont Forum que participarão do workshop estão Thomas Rosswall, do Research Program on Climate Change, Agriculture and Food Security, da Dinamarca; John Ingrand, do Global Environmental Change and Food Systems, do Reino Unido; e Margaret Gill e Isabelle Albouy, do The European Joint Programming Initiative on Agriculture, Food Security and Climate Change, que abordarão os impactos das mudanças climáticas na produção de alimentos e a interação entre sistemas de alimentos e meio ambiente.

Entre os participantes brasileiros estão Reynaldo Luiz Victoria, coordenador do Programa Fapesp de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais (PFPMCG), André Nassar, do Instituto de Estudos do Comércio e Negociações Internacionais (Icone), e Carlos Joly, professor da Unicamp e coordenador do programa Biota-Fapesp.

“Desenvolvimento sustentável é um desafio para o mundo e um tema com muitas oportunidades para o Brasil. Com três programas sobre biodiversidade, bioenergia e mudanças climáticas globais, a Fapesp está institucionalmente posicionada para participar ativamente, abrindo oportunidades para os pesquisadores no Estado de São Paulo”, diz diretor-científico da Fapesp e vice-presidente do fórum, Carlos Henrique de Brito Cruz.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s